segunda-feira, 21 de junho de 2010

Zebra coreana é servida ao molho português, já Bielsa e suas táticas vencem Suíça e quanto a Espanha, não fez mais que obrigação

Finalmente uma goleada elástica na competição. No seu segundo jogo nesta Copa, Portugal deu show e simplesmente massacrou a pobre Coréia do Norte por 7 a 0. Além de ser a partida de maior goleada desta Copa, foi também o jogo em que Cristiano Ronaldo quebrou um longo jejum com a camisa lusitana. Já fazia 16 meses que o melhor do mundo de 2008 não balançava as redes.

Quem viu o primeiro tempo provavelmente teve a impressão de que as dificuldades que Portugal teria seriam as mesmas que o Brasil teve. Que nada! No primeiro tempo só saiu um único gol, marcado por Raúl Meireles, mas quem imaginaria o que poderia acontecer?

No segundo tempo a equipe portuguesa evoluiu. Simplesmente atropelou os norte-coreanos no Green Point. A média era de um gol a cada 13 minutos. Não perca a conta! Simão fez o segundo aos oito minutos, Hugo Almeida fez o terceiro aos dez, Tiago fez o quarto aos 15, Liédson fez o quinto aos 35, Cristiano Ronaldo, o sexto aos 41 e Tiago mais uma vez balançou a rede aos 43 minutos e fechou a goleada, servindo zebra coreana com molho português na passarela de Green Point.

No outro jogo do dia, o Chile do estrategista Marcelo "El Loco" Bielsa venceu a Suíça pelo placar mínimo. As variações táticas de Bielsa superaram o ferrolho suíço, que havia vencido a Espanha na rodada anterior.

A Suíça que já se mantinha na retranca, recuou ainda mais quando Behrami foi expulso aos 30 do primeiro tempo. Bielsa mudava a postura da equipe chilena, mas não conseguia passar pela muralha dos helvéticos.

No segundo tempo só o Chile jogava, dessa vez conseguia ameaçar a defesa adversária, mas gol que é bom... Aos 22 minutos, a Suíça quebrou o recorde de mais minutos sem levar gols em Copas do Mundo. Ficou 559 minutos sem saber o que é sofrer um tento. A marca anterior pertencia a Itália que tinha 550 minutos de invencibilidade. Aos 30 minutos acabou a alegria dos europeus. Mark Gonzalez cabeceia, define a partida e a classificação dos sul-americanos.

A Espanha se via na obrigação de vencer depois daquele vexame contra a Suíça. O adversário animou muito os espanhóis. A "Fúria" venceu a fraca seleção de Honduras por 2 a 0 com os dois gols marcados por David Villa, que ainda perdeu pênalti, mas nada que "queime" sua boa atuação.

Embora tenha vencido, a vitória não foi convincente, pois o oponente era muito fraco e não serve de parâmetro para saber se finalmente a Espanha vai fazer bonito. Os europeus dominaram durante toda a partida. Aos 17 minutos Villa abre o placar para os espanhóis.

Aos cinco minutos da etapa final, Villa mais uma vez marca. A Espanha continuava chegando, querendo mais gols, mas Villa parecia satisfeito. Apesar de ter vencido, a Espanha precisa ganhar do Chile se quiser ter chances de se classificar na primeira colocação e evitar mais um vexame em mais um mundial.

3 comentários:

  1. ooi! tá liindo o blog!
    tô passando pra avisar que o Just New Bands
    passou a se chamar " Conexão Bandas". O link novo é:
    http://conexaobandas.blogspot.com/ Logo o antigo sai do ar.
    Seguindo aqui de novo! Beeeijo'

    ResponderExcluir
  2. Goleada duvidosa né? A Coreia não estava em campo, sentiu DEMAIS os dois primeiros gols, ficou estática.
    KATCHUP como diria Cristiano Ronaldo, é mais ou menos KATCHUP mesmo, nem molhou chegou a ser...
    UHAUAUHAUAH
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  3. Fala, cara!

    Poucos jogos serão mais tenso que Chile x Espanha nessa primeira fase. Vai ser sensacional, e ouso dizer que, se tivesse que optar entre classificar um dos dois, prefiro que o Chile passe, pelo que apresentou até aqui. Claro, se Honduras puder complicar a Suíça é melhor, mas é difícil... Vai ser injuto demais se os chilenos forem eliminados.


    Abraços!

    ResponderExcluir

Fiquem a vontade para comentar. Será sempre bem-vindo no Fanáticos Por Futebol. É um prazer ter seu comentário aqui.

Volte sempre!